sábado, 27 de abril de 2013

BTR-60 PA 
Exército Vermelho - URSS


 photo insigna-urss-army_zps362db5cb.jpg



 photo btr-60pa-001_zpsd78ccd48.jpg


 photo BTR60_001_zps6a6bc0c6.jpg


História:

O BTR-60 é o primeiro veículo da série de blindados de transporte de pessoal (APCs) com oito rodas da era Soviética. Ele foi desenvolvido na década de 1950 como um substituto para o BTR-152 e foi visto pela primeira vez em público em 1961. BTR significa Bronetransporter em russo (БТР, Бронетранспортер, literalmente "transportador blindado")

O BTR-152 e BTR-40, foram os dois primeiros APCs soviéticos produzidas em massa, desenvolvidos após a Segunda Guerra Mundial e deram experiência ao Exército soviético com veículos blindados de rodas. No entanto, não eram adequados para as necessidades do então novo Exército Soviético, como eles não tinham um teto (que foi adicionado em versões posteriores), as fraquezas desses blindados ficaram evidentes durante a Crise de Suez, quando o Exército egípcio os utilizou.

Esta foi uma das razões pelas quais um novo APC foi desenvolvido. Entre 1956 e 1957 foi tomada a decisão de converter todas divisões mecanizadas em novas divisões de fuzileiros mecanizados onde o BTR-60 foi escolhido como APC padrão.

O BTR-60 era inicialmente apenas um transporte de tropas, sem cobertura e com apoios para a colocação de metralhadoras. Esta versão inicial foi conhecida como BTR-60P. Esta versão não convenceu os militares soviéticos, pelo que foi produzida uma versão com cobertura total do compartimento de tropas conhecida como BTR-60PA.

BTR-60 foi um projeto revolucionário para o seu tempo. Ele tinha um layout diferente do padrão para um APC da época. Ele tem o compartimento da tripulação na frente, o compartimento de tropa no meio e no compartimento do motor na traseira.

O veículo é totalmente anfíbio, impelido na água por um jato montado centralmente na parte de trás do casco, que lhe permite atingir uma velocidade de 10km/h em lagos e rios com pouca correnteza.

Foi utilizado em combate pela primeira vez durante o conflito fronteiriço sino-soviético em Zhenbao Island (Ilha Damansky na época) em março de 1969.

As análises levadas a cabo pelos soviéticos, levaram a que se considerasse que esse tipo configuração começava a não fazer sentido nos anos 60, pelo que as continuas modernizações a que o veículo foi sendo submetido, culminaram no inicio dos anos 70 no BTR-60PB, na sua versão mais comum, equipado com uma torre armada com uma metralhadora pesada de 14.5mm.

A maior desvantagem do BTR-60 é sua blindagem muito leve, sendo facilmente abatido por lançadores de foguete pessoais anti-tanque.

Esse veículo teve diversas versões, como por exemplo a versão aberta (P), a versão fechada (PA), a versão artilhada com um canhão rápido (PB), versão comando PU e outras.

A versão apresentada nesse trabalho e a PA a qual não possui a torreta artilhada com canhão rápido, esse versão tinha no local da torre , atrás das escotilhas do motorista e comandante, uma terceira escotilha maior que servia de posição para um ou até três artilheiros, operando metralhadoras, sendo uma pesada de 12,7 mm e duas de 7,62 mm. As pequenas portas laterais presentes na versão P foram removidas nessa versão que também contava com equipamentos NBQ.


Versão PA:

 photo 60pa_zps6a88bcd5.jpg

Versão PB:

 photo BTR-60_zps950a9784.jpg

Dados técnicos:


Fabricante: Soviet State Factories - União Soviética
Tripulação: 2+14
Comprimento: 7.56 - Largura: 2.835M - Altura: 2.31M
Peso vazio: 8500Kg. - Peso preparado para combate: 10300Kg.
Motor/potência/capacidades
Sistema de tracção:Oito rodas motrizes
Motor: 2 x GAZ-49B Potência: 90 cv
Velocidade máxima: : 80 Km/h - Velocidade em terreno irregular: 20 Km/h
Tanque de combustível: 290 Litros -Autonomia máxima: 500Km



 photo btr-60pa-004_zpsff02a898.gif


 photo btr-60pa-006_zpse095264f.gif



Foi e ainda é utilizado por dezenas de países principalmente na Africa e Oriente médio além de ex repúblicas soviéticas.

 Na época da guerra fria equipava a URSS e todos países do Pacto de Varsóvia, além de aliados do regime comunista.


O kit:

O kit utilizado nessa versão é da marca ucraniana ACE, na escala 1/72 representando a versão PA.

A Ace é especializada em militaria do leste europeu, sendo a maioria dos kits na escala 1/72 e recentemente alguns lançados na 1/48.

São kits short-run, a empresa costuma lançar modelos em edições limitadas por um período do ano, e depois param produzem outros de seu portfólio, e assim sucessivamente, parando e re-lançando durante o ano.

Injetado em um plástico cinza, o qual eu achei normal, nem mole nem muito rígido, porém com muitas rebarbas, onde o uso do estilete se faz necessário, oque faz da marca mais indicada para modelistas pacientes e experientes, pois para novatos é bem complicado.

Algumas partes do plástico estavam ressecadas e tornam-se quebradiças.


 photo 2013-03-29143852_zps91081f63.jpg

Os detalhes do kit não são ruins, mas é necessário ter cuidado ao retirar as peças das grades, bem como retirar as rebarbas.

Segue fotos dos sprues:


 photo 2013-03-29135755_zps642a18bf.jpg

 photo 2013-03-29135815_zpscaf81391.jpg

Pneus de vinil:

 photo 2013-03-29135944_zps489d3405.jpg



Manual, todo escrito em ucraniano e em alfabeto cirílico:

 photo 2013-03-29140316_zps0380a991.jpg

 photo 2013-03-29140331_zpsf5e118e0.jpg


Montagem:

Como toda militaria, começamos pelas rodas, utilizei como cola, o Jet odontológico:

 photo 2013-03-31191101_zps0ec6790f.jpg

Em seguida a carroceria monobloco, após retirar as rebarbas foram coladas as duas partes:

 photo 2013-03-31193340_zpsb4dabe01.jpg

 photo 2013-04-01214158_zps6820bcec.jpg

 photo 2013-04-01214253_zps80dc96a7.jpg

Passo seguinte montar a suspensão:

 photo 2013-04-01222236_zps7381c094.jpg

 photo 2013-04-02223717_zps98147bea.jpg


Em seguida colei as portas "escotilhas" do blindado:


 photo 2013-04-04225529_zpsb0b982dc.jpg


O manual informa (essa parte em inglês), que as escadas e os suportes devem ser feitas com algum emtal fino, pois esses não vem no kit !!!!!

Então mãos à obra, fiz todas as escadas laterais e inferiores (perto das rodas) e a haste perto doa faróis, em scratch, utilizando grampo de grampeador comum e um alicate de ponta redonda para dobra-los.


 photo 2013-04-06183420_zps0e256cf8.jpg


Resultado:

 photo 2013-04-06184638_zps3bb73271.jpg

 photo 2013-04-07122342_zps25df9b2a.jpg

As partes metálicas coladas com super bonder gel.

Domingo - 28/04/2013

Continuando com o BTR-60.

Começa a fase de pintura, a cor usada foi o green army da Vallejo, mas como a que eu tenho é da linha model color desta marca, acaba saindo muito fácil, então usei uma tinta da Tamiya como primer.

 photo 2013-04-07154627_zpscbd06a4a.jpg

 photo 2013-04-07154649_zps83136788.jpg


Após seca colei os pequenos photo-etched que representam pequenas janelas que são utilizadas para a guarnição disparar de dentro do blindado em situações de combate.

 photo 2013-04-07211213_zps2158700c.jpg

Instaladas:

 photo 2013-04-07214353_zps38eb4e5c.jpg


Pintura Final:

Segue sequência de pintura com a cor final.

 photo 2013-04-07221637_zps039fb6d0.jpg

 photo 2013-04-07221709_zps27446a2f.jpg

 photo 2013-04-08202354_zps105c1092.jpg


Rodas instaladas:

 photo 2013-04-14174139_zpsb8f7af57.jpg

Antena:

A antena que vem no kit é totalmente desproporcional e mal feita, a solução foi fazer uma nova em scratch, utilizando a técnica do aquecimento do sprue, utilizei uma vela e com o calor fui esticando o sprue até ficar na espessura desejada.

 photo 2013-04-23211446_zpse53e6b84.jpg


Após a antena instalada, vem a fase de detalhamento e correções na pintura:

 photo 2013-04-24211006_zps90be2cee.jpg

 photo 2013-04-24211120_zpse5ed7aa9.jpg

 photo 2013-04-24211138_zps8d7dd631.jpg

Sábado - 04/05/2013 - FINALIZADO

Após a aplicação dos decais e do wash, do pastel seco e sujeira nas rodas e parte inferior, o blindado de transporte finalizado =)

O trabalho representa unidade do exército soviético presente no conflito fronteiriço sino-soviético em Zhenbao Island (Ilha Damansky na época) em março de 1969.


Fotos:

 photo 100_3646_zpsaf42a3e8.jpg

 photo 100_3647_zpse9d5f9ff.jpg

 photo 100_3648_zpsc9cad297.jpg

 photo 100_3650_zps8b40f452.jpg

 photo 100_3658_zpsbe2abdec.jpg

 photo 100_3661_zpsf43bd182.jpg

 photo 100_3664_zpsd2c61eb0.jpg

 photo 100_3665_zpsada4d859.jpg

Ao lado de seu irmão mais leve nas fileiras:

 photo 100_3667_zpsd8478536.jpg



Considerações finais:

Um kit um tanto trabalhoso, principalmente com as peças pequenas (armas e ferramentas e antena), a escala também complica, o resultado foi bem satisfatório, mas ainda pretendo aprimorar mais minhas montagens na categoria militaria, o kit é indicado para plastimodelistas experientes e contra indicado a novatos.

Mais um belo modelo para a coleção.

Espero que tenham gostado.

Grato pelas visitas

Abs

4 comentários:

  1. Ficou lindo!!!!...um dos meus prediletos até agora...

    ResponderExcluir
  2. Belíssima montagem. Ficou excelente, parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Trabalho fino mesmo...nunca montei um kit de blindado, não sou nenhum profissional, apenas entusiasta mas os poucos kits que montei foram de aviões sempre em 1/72. Não sei para quem monta os dois se há diferenças significativas nos processos de aplicar tinta, decal, acabamentos...

    Estou seguindo a coleção blindados de combate da Planeta DeAgostini...um dos que mais aguardo é o T-62, o Merkava e também um brinde de um antiaéreo SA-6.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia amigos do plastimodelismo, tenho um página no face onde vendo dioramas e kits, troco informações sobre nosso ofício. Segue contato no face: https://www.facebook.com/groups/678864035482697/

    Caso alguém se interesse estou à disposição! Abraço!

    ResponderExcluir